RUE


DN e Público online: Lista POUS – Campanha pela proibição dos despedimentos e pela ruptura com a UE
Abril 29, 2009, 10:48 pm
Filed under: Uncategorized
EUROPEIAS

POUS quer proibição de despedimentos e saída da UE

por Lusa

29 Abril 2009

A proibição dos despedimentos e a saída de Portugal da União Europeia (UE) são as principais bandeiras do Partido Operário de Unidade Socialista (POUS) para a campanha rumo às eleições europeias de 07 de Junho.

A dirigente do POUS Carmelinda Pereira, que hoje apresentou em conferência de imprensa os objectivos da campanha do partido, defendeu que o governo “faça uma lei proibindo todos os despedimentos”.

“É insustentável vivermos num país em que se despedem em média 80 trabalhadores por hora. Estamos a destruir a classe trabalhadora de uma forma que compromete a reconstrução do nosso país, da economia portuguesa e a própria democracia”, declarou em declarações à agência Lusa.

A cabeça-de-lista do POUS ao Parlamento Europeu (PE) defendeu ainda a necessidade de Portugal “romper com a União Europeia, com as suas instituições e os seus tratados” e “lançar a base para a construção da união livre das nações soberanas de toda a Europa”.

“Não há nenhuma saída positiva para a sociedade portuguesa no quadro deste Parlamento e destas instituições (…) e de políticas de destruição da produção, dos serviços públicos, dos direitos dos trabalhadores, da democracia. É preciso desmanchar estas instituições e estes tratados”, acentuou.

Prometendo uma campanha “de contacto com os trabalhadores e com as populações”, “nos locais de trabalho ou nas ruas”, Carmelinda Pereira instou os partidos de esquerda que contestam as políticas comunitárias a “serem consequentes” e afirmarem se também são contra as instituições da União porque, sustentou, “as políticas da UE são intrínsecas às instituições”.

Em substituição da UE, Carmelinda Pereira propõe a “união livre das nações soberanas de toda a Europa” e a existência em Portugal de um governo que, “mobilizando todos os recursos do país”, “procure pôr em prática políticas de cooperação solidária com os outros povos da Europa”.

” campanha dos partidos com assento parlamentar, que apostam na “defesa da UE como uma saída” e na “destruição do país”, o POUS promete contrapor o “agrupamento e organização dos trabalhadores” para “trabalhar na via da construção da unidade”.

Também no Público online AQUI

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: